29 de jul. de 2019

14 de jun. de 2019



Vista da cidade que moro atualmente, João Monlevade-MG


É impressionante, depois de sairmos de uma fase difícil e as coisas melhorarem, você olha pra trás e pensa: "meu Deus, eu realmente estava desse jeito, e nem acredito que tô bem".

Sim, ta acontecendo comigo, é incrível esse nosso poder (que todo indivíduo possui), de continuar, de acreditar e lutar. Passei um tempo mal, com o meu psicológico mal (não que ele esteja ótimo agora, mas to bem feliz com a evolução), precisei voltar a tomar remédio para ansiedade. Eu relutei muito pra não precisar fazer isso, mas há momentos que uma ajuda médica é essencial.

Esse post é para você que pode está passando por algo parecido, ou exatamente isso, nada como um dia após o outro. Eu entendo que quando estamos nesse momento, a sensação é de que isso NUNCA vai passar, e você se culpa por isso. Mas a notícia boa é que passa sim, se você tiver pessoas que se preocupam com você, se você busca ajuda, e se você tenta lutar, mesmo que um dia fracasse, mas não desista.

A nossa vida toda é assim, somos movidos por fases, boas, ruins, péssimas, maravilhosas, e todos passam por isso. Daí a importancia de dar valor e aproveitar todo e qualquer momento por mais simples que seja, até porque a linha de chegada nem importa tanto, mas sim a caminhada que você traçou até lá.

Amanhã é um novo dia, e novas oportunidades sempre aparecem, não feche os olhos para elas.

Beijo GRANDE,
Paloma Gomes

24 de mai. de 2019



Foto que a mamis tirou um tempinho atrás

Nos dias atuais, por influencia das redes sociais, muitos pensam sempre na opinião alheia. Tem virado costume fazer coisas pensando no que as pessoas vão achar, e isso deixa a nossa vontade em segundo plano.

Faça as coisas por você.
Quer ir a algum lugar, mas tem receio do que as pessoas pensam? Vá, e faça por você.
Quer fazer algo que foge totalmente do que todos fazem, mas tem medo por chocar as pessoas? Faça, e faça por você.
Quer usar uma roupa, mas fica preocupada(o) com o que as pessoas vão dizer? Use, e faça por você.

Você é a pessoa mais importante da sua vida (disse isso no último post e repito), a vida é uma só, não tente agradar as pessoas, não deixe as suas vontades em segundo plano. Viva de verdade, viva por você e segundo as suas vontades.

Você é incrível!

Beijo GRANDE
Paloma Gomes

23 de mai. de 2019



Como vai sua saúde mental? O seu autoconhecimento? Nossa mente é um verdadeiro mistério, é fascinante, temos muito material a respeito e diria que isso tudo ainda é praticamente nada perto do quão grande é.

Sempre fui uma pessoa que li muito a respeito (e continuo lendo), medito, tento sempre me manter no eixo, mas existem fatores externos que influenciam nisso tudo e no resultado final. Ninguém é de ferro, há fases na nossa vida que parece que tudo vira do avesso, que parece ser impossível uma solução, mas no fim sempre dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou o fim (é clichê, mas é verdade). Fico feliz por hoje em dia ser um tema cada vez mais discutido, está saindo da famosa zona da "frescura", e sendo enfim reconhecido como algo importante que todos devem ter conhecimento.

Ultimamente há fatores externos que tentam colocar minha saúde mental lá embaixo, muita coisa acontecendo no momento, muita preocupação, muito planejamento a ser feito, quanto mais perto do fim de uma fase, pior fica. Tento me manter equilibrada, meditar, e as vezes só guardar pra mim, mas tem dias que o desespero grita (dentro de mim).

Sei que não sou a única, e sei que muitos sentem o mesmo e não tem conhecimento ao certo do que está acontecendo, e por isso é muito importante o autoconhecimento, se conhecer, saber suas limitações, suas forças e fraquezas, saber a hora de parar, de dizer não e arriscar. Você se conhece?

O autoconhecimento é um processo, posso dizer que me conheço muito mais do que no ano passado, e muito menos do que no ano que vem, mas continuo por essa busca de me autoconhecer. Graças a isso sei minha hora de afastar, de acalmar, de cuidar de mim, e sei a hora de arriscar, de enfrentar desafios e "dar as caras à sociedade". Alguns dizem que isso é ser bipolar, ser de "lua", eu prefiro dizer que é autoconhecimento, que nós seres humanos oscilamos, e justamente por isso passamos por altos e baixos.

Para quem segue procurando se autoconhecer cada vez mais, continue. E para quem nunca tentou ou até mesmo nunca pensou no caso, começe. E nunca se esqueça que a pessoa mais importante da sua vida é você mesmo! Isso não é egoísmo, é amor próprio! <3

Beijo GRANDE
Paloma Gomes

19 de mai. de 2019

O friozinho já chegou e junto com ele a nossa dúvida do que vestir. Sempre temos a sensação que não temos nada para usar mesmo sabendo que nosso guarda-roupas está cheio de peças.

Ao mesmo tempo, sempre queremos parecer mais "arrumadinhas", fazendo composições que favorecem e tendo criatividade para evitar a repetição do look exatmente igual.

Sendo assim, trouxe algumas dicas de peças curinga que não podem faltar, e que compõem looks incríveis. Uma peça pode deixar aquele mesmo com outra cara, basta usar a imaginação.


Camisas são uma das peças mais versáteis, de várias cores, texturas e tamanhos é capaz de compor looks lindos, que varia desde um dia muito frio, até dias com sol.


O animal print está com tudo nesse inverno, sendo assim peças com essa estampa vão te deixar por dentro da tendência do momento. Caso não seja tão fã da estampa tente usá-las e peças menores, como lenços, mas se você já ama, então se joga!


Parca é uma peça atemporal, combina com todo tipo de combinação, e te mantem quentinha e estilosa.


O Neon é outra tendência desse inverno, e os conjuntinhos também.


Casacões compõem ótimos looks também, mas tome cuidado para usar peças que te favoreça e alongue, os casacões marrons são os mais em alta, sem contar que por ser neutro combina com quase tudo.


O bom e velho moletom pode compor looks como peça principal, a combinação moletom + salto ou moletom + tênis é um charme, torna o look despojado e estiloso ao mesmo tempo.


Como acessório, use e abuse de toucas, uma touca colorida pode mudar todo o look além de protejer a raíz do sereno da noite, a touca é a queridinha principalmente nos dias de bad hair day.


Composições com vestido + meia e/ou vertido + blusa de manga é incrível, além de possibilitar uma infinidade looks.


Macacões alongam são ótimos para alongar e dá um ar de sofisticação ao look.


As botinhas compões looks incríveis, com as mais variadas peças.


Outra peça atemporal é o vestido de tricô, quentinho e estiloso.


Saia midi é uma ótima escolha, principalmente quando o evento é mais formal, ou você quer ficar mais mulherão com a composição escolhida.


Use e abuse das calças flare, seja jeans ou de tecido, vão alongar o corpo.


Mais uma peça curinga nesse inverno: lenços, de todas as cores e texturas, são capazes de compor looks diferentes apenas trocando essa peça.


Outra peça atemporal é a jaqueta de couro.

Dicas dadas, arrasem nos looks nesse inverno.

Beijo GRANDE,
Paloma Gomes

















4 de mai. de 2019

Dia desses eu estava no YouTube (como sempre), e me deparei um vídeo do canal da Jout Jout, que literalmente me deixou sem palavras. É o tipo de vídeo que eu gostaria de dissertar um pouco aqui pra vocês, mas ele fala por si só. 

[...]a "bala perdida" atual é o "sem querer querendo" de antigamente.
A frase acima é apenas uma das falas do vídeo que nos faz refletir muito.

Vou compartilhar com vocês um comentário do vídeo onde cita todos os assuntos tratados e o tempo correto (mas assistam tudo, por favor):

00:00 - Balas perdidas? (Intro) 00:54 - Apresentação 01:36 - O que é e pra quem é Segurança Pública? 03:15 - Milícias 11:11 - Favela é potência e riqueza 21:25 - Mega eventos, teleférico do complexo do alemão 28:49 - Coletivos Papo Reto 29:30 - A realidade da guerra às drogas 32:42 - Vida na favela e comunicação 38:37 - 80 tiros




Apenas assistam, e reflitam sobre, é importante esse tipo de vídeo, compartilhem!

Beijo GRANDE,
Paloma Gomes

14 de abr. de 2019

23 de mar. de 2019

Por muito tempo eu tenho como meta aprender inglês fluente, na conversação e na escrita. Mas a correria e a vida de universitário que te faz gastar até o que não tem me impede de fazer um curso presencial. Desse modo eu sempre opto pelos aplicativos gratuitos que ensinam inglês e à músicas internacionais. Confesso que já tentei assistir filme legendado que segundo muitos ajudam bastante, mas me deixa agoniada.
Dias atrás uma amiga me apresentou um aplicativo que eu particularmente amei, o LyricsTraining, porque ele une as duas formas que eu estudo inglês, é um aplicativo educacional que dá acesso á vídeos de músicas do YouTube, dando algumas opções de atividade como karaokê, completar frases da música com as palavras que faltam e tudo é pontuado. É importante aprender um idioma novo com algo que gostamos, e eu amo música, dessa forma fica fácil ir aumentando meu vocabulário e aprendendo a pronúncia. Pra mim isso não substitui um bom curso de inglês, mas isso eu pretendo fazer quando me formar. 

Ajuda muito a praticar não só o inglês, alguns outros idiomas também, mas meu foco no momento é o inglês. São milhares de músicas disponíveis. Como eu disse que é um pré-requisito pra mim no momento, ele é completamente grátis para usar, mas se os usuários se inscreverem podem armazenar as suas músicas favoritas. Caso seu objetivo seja o mesmo que o meu, aprender outro idioma, se joga!

22 de mar. de 2019

Há um tempo atrás, quando comecei a sentir os efeitos da chamada depressão, passei por algumas fases. Primeiro eu ignorei, pensei que se eu ocupasse minha mente com outras coisas eu poderia melhorar. Mas o que eu não sabia é que nessas horas o nosso íntimo tá uma bagunça, e nada se resolve se você não der atenção e cuidar de você.

Depois decidi ir ao médico, pensei que os remédios dariam um jeito. Como cada corpo é um corpo, não me adaptei muito bem e ainda criei uma resistência muito grande para tentar tomar algum outro remédio de ansiedade(tenho essa resistência até hoje).

Nessa altura do campeonato percebi que precisa estudar mais sobre, descobrir o que me tornaria uma pessoa mais feliz e que me fizesse sentir bem, foi quando eu descobri a meditação, e comecei a assistir vários vídeos, e a aumentar ainda mais leituras do tipo e de autoajuda, isso faz eu me sentir bem melhor.

Antes eu tinha uma imagem diferente da meditação, pensei que fosse algo chato, que eu jamais conseguiria ficar tanto tempo numa posição e que eu jamais conseguiria me desligar. Realmente é um processo, comecei a pesquisar meditações que eu gostasse, que eu me sentisse bem, depois descobri que não existe a posição certa ou errada, você se posiciona na forma que te faz relaxar e se sentir bem. E o mais difícil era me desligar, não é fácil até hoje, tem dias que é tranquilo, outros nem tanto, mas a meditação virou rotina, todas as  manhãs. Sinto que assim como colocamos nosso celular para recarregar, além do sono, a meditação é uma recarga de energia para eu começar o dia bem, e tem dado certo.

Não vou mentir, tem dias que é difícil, o dia fica pesado, mas até nesses dias a meditação surte efeito, é como se eu sentisse que seu não parasse um pouco para ter o meu momento não teria discernimento suficiente para tomar as decisões no meu dia.

Faço um convite a vocês, que pesquisem sobre meditação, os benefícios e experimentem a sensação diária de sentir o corpo e a mente agradecendo diariamente por esse momento. Tem uma meditação que encontrei recentemente no YouTube, e me apaixonei, faz mais de uma semana que só medito com esse vídeo, e eu espero que gostem!




Cuide de você, se ame, se respeite, se conheça! 💜

20 de mar. de 2019


Como é importante novas experiências, não é fácil a adaptação, são atividades desafiadoras, novas pessoas, convivência, erros e acertos, que somando tudo formam degraus de uma escada da vida que te faz sentir vivo, importante e grato.

No final de 2014 eu abandonei meu curso justamente por sentir falta disso tudo, eu não tinha muitos amigos na cidade, só estudava e ficava em casa, o que desencadeou algo bem próximo de depressão, ou talvez seja. Queria ir embora a todo custo, tinha boas notas, ia passar nas matérias, mas queria ir embora, e fui. Abandonei o período, tranquei o período seguinte e passei por um período de me reconhecer novamente na minha cidade natal.

Pouco mais de 8 meses depois decidi voltar, destranquei o curso, voltei para João Monlevade, mas decidida de que dessa vez faria tudo diferente, eu ia fazer mais amizades, passar mais tempo na faculdade e fazer parte de algum grupo (tudo pra não me sentir mal de novo e querer trancar o curso novamente).


Um dos primeiros treinamentos ainda como trainee

Assim fiz, voltei para a faculdade, e como entrei numa turma que não era a minha, procurei fazer amizade, me reaproximar da minha turma de quando entrei na faculdade pela primeira vez, e procurei algum processo seletivo da UFOP para que eu pudesse fazer parte. Ao abrir o Facebook me deparo com o processo seletivo da Visão Tecnologia e Sistemas Júnior, empresa júnior dos cursos de Engenharia de Computação e Sistemas de Informação da UFOP, pensei mil vezes se faria mesmo a inscrição, eu queria uma nova experiência, um motivo pra ficar, mas as vezes o novo assusta, e não conseguir ter controle das coisas me deixa apreensiva.


Primeira troca de gestão em 2016, quando eu me tornei assessora administrativo financeiro

Fui com medo mesmo e fiz a inscrição, conhecia pouquíssimas pessoas que já eram efetivas na empresa, participei de entrevista, de desafios, até que fui trainee e efetivada, naquele momento vi que tudo valeu a pena, consegui fazer parte de algo na UFOP, agora eu teria um motivo pra ficar. Até que começaram novos desafios, conviver com pessoas que não conhecia, fazer amizades, aprender a trabalhar em equipe, isso sempre foi difícil pra mim, sempre fui daquelas que preferia fazer sozinha, que não sabia delegar tarefas às pessoas. De início meu horário era pela manhã, primeiro porque é o horário que sou mais produtiva, mas também porque eu era um tantinho anti social na maioria das vezes (confesso que sou um pouco ainda hahaha). Aprendi que trabalhar em grupo é preciso e é maravilhoso, com o tempo algumas pessoas começaram a trabalhar no mesmo horário que eu, eu comecei a me sentir mais próxima dessas pessoas e a trabalhar em equipe porque gostava (quem diria), eram barreiras sendo quebradas com novas experiências, não posso esquecer de mencionar que era também o momento que comecei a fazer grandes amigos, alguns que se tornaram irmãos.


Encontro do Movimento Empresa Junior em João Monlevade em 2016

Depois de um semestre um novo desafio, assumir uma diretoria, mais um grande passo, que graças ao esforço e ajuda de outros membros (sozinhos não conseguimos ir tão longe quanto com outras pessoas) deu tudo certo, aprendi ainda mais coisas, e o amor pela empresa só crescia. Até assumi a mesma diretoria mais uma vez por sentir que poderia fazer ainda  mais, mas nesse período foi muito mais que superar meus limites na empresa, foi uma fase difícil, mais conhecida como a famosa depressão, momento que só os remédios davam jeito (pouco jeito), foi uma fase que eu voltei no tempo, quando eu larguei a faculdade, só que eu estava bem pior, e a vontade de largar tudo era maior ainda. Só que uma coisa dessa vez era diferente, o que eu queria realmente funcionou, agora eu tinha um motivo pra ficar, precisava ficar, assumi um compromisso, a Visão, e ainda por cima era apaixonada pelo que eu fazia, me sentia útil e sabia que ainda tinha muito mais a aprender e ensinar. Foi um período conturbado, mas com grandes irmãos que essa empresa maravilhosa me deu conseguimos superar.


Troca de gestão em 2018 quando me tornei diretora presidente

Mas como é uma empresa júnior, e membros entram e saem, fui percebendo que o meu tempo estava acabando, mas com o encorajamento de alguns amigos resolvi assumir um último desafio, pegar a presidência, fazer algo que no início era um desafio enorme, ser líder, manter contato com parcerias, com corpo docente da faculdade, com a diretora, se me falasse que eu iria fazer isso a 3 anos atrás, eu não acreditaria, mas assim fiz. Me superei mês a mês, aprendi muito, enfrentei desafios, e tudo valeu a pena.


Primeira imersão da Visão num sítio em 2018 

Nesses 3 anos e 3 meses conheci tanta gente especial, trabalhei com pessoas incríveis, aprendi muito, tive experiências que numa sala de aula eu jamais teria, aprendi a "morar na faculdade" (chega um ponto da vida que precisamos morar lá pra nos formarmos hahaha). Se fosse para eu viver isso tudo, incluindo as partes turbulentas, viveria tudo outra vez, sem pensar duas vezes.



Momento da despedida e eu me segurando em lágrimas

No dia 15 de março foi a troca de gestão, onde dessa vez eu estaria me despedindo como membro efetivo, eu estava muito apreensiva, é difícil largar o osso, mas outras pessoas precisam passar por essa experiência e ser transformado por esse verde assim como eu fui, confesso que até pensei no que ia falar, mas sempre que passava as palavras na minha cabeça eu chorava e aí ficava mais apreensiva. Até que chegou o dia, e eu achei que seria sim um dia tranquilo, na medida que eu chamava a diretoria de 2018 para das os repasses eu sentia que estava preparada para falar, mas a gente nunca tá preparado, chegou o final da troca, a hora da despedida e eu nem já nem sabia mais o que eu ia falar, e segurava o choro. Escutei meus amigos se despedirem e o coração acelerava, na minha vez não deu outra, caí no choro, e confesso que demorei me recompor (na verdade não me recompus mas consegui falar um pouco).


Depois de chorar muito consegui falar algumas palavras

Depois disso fui para confraternização e não pensei mais nisso, fiquei segunda, terça e hoje pela manhã pensando nisso nas horas vagas, queria escrever e colocar tudo pra fora mas não sabia como, até que resolvi falar tudo, contar do início ao fim. Embora eu tenha sido a mais chorona, e analisando isso, não foi por não querer "largar o osso", eu senti que chegou sim a hora de passar o bastão, consegui evoluir, aprender e ensinar, e era hora de novas experiências, mas foi por gratidão à Paloma de 2015 que tomou essa importante decisão; gratidão às todos os membros que eu tive o prazer de conviver, trabalhar, aprender e ensinar; gratidão à essa empresa maravilhosa, que me transformou, me tornou uma pessoa melhor, e me preparou para novos desafios que hoje em dia não tenho nem medo de arriscar, afinal, somos capazes sim daquilo que queremos.


Escrevo com os olhos cheio de lágrimas, mas com a certeza que apesar de me render alguns períodos a mais na faculdade, foi uma das melhores escolhas que eu já fiz, e com certeza ainda me sinto membro dessa empresa sempre disposto a ajudar no que for (porque visionário uma vez, visionário pra sempre hahaha).


E esse é parte do time que vai fazer a Visão voar em 2019, vocês são foda!
Muito amor e gratidão por vocês


VISÃOOOOO PORRAAAAAAA 💚



20 de fev. de 2019

12 de fev. de 2019



Já tiveram a sensação de que o momento atual que está vivendo parece ser para sempre e você começa a planejar tudo baseado no momento atual?

Bem, acho que todos passamos por isso! Há quem diga que não devemos ser intensos, até porque tem um preço para quem é intenso, sentimos quando ocorrem as mudanças e elas podem ser boas ou ruins.

Mas se querem saber a opinião desta que vos fala, apesar do 24 aninhos, já passei por várias fases, boas, ótimas e algumas não tão boas assim, mas vivi todas intensamente, aproveitei o máximo que pude, sempre foi um pouco difícil na hora das mudanças, afinal, saímos da nossa zona de conforto e nos vemos planejando novas coisas, trilhando novos caminhos, mas aí nos vemos numa nova fase e vivendo intensamente de novo. 

E quer saber? Vale tanto a pena, é tão bom ter histórias, conhecer pessoas, tá bem que algumas ficam na sua vida apenas naquela fase (e foi super importante), mas você vai perder a chance de conhecer também pessoas que farão parte do resto da sua vida?

Viva intensamente, como se fosse o último, abrace, diga que ama! Afinal de contas, 2019 veio para mostrar isso (não quero entrar em detalhes nos últimos acontecimentos que vemos nos noticiários), aproveite cada segundo, e seja você o dono da sua vida, conduzindo ela sempre para onde acredita ser o melhor caminho!

Beijo GRANDE,
Paloma Gomes
Oiii moresss, como vocês estão?

Hoje eu trago um vídeo de uns dias que eu passei na roça com meu namorado, em dezembro. Como estava muito quente, "catamos" todos os rios e piscinas possíveis, uma em especial, que está no início do vídeo é um lugar dos sonhos, parece o paraíso de tão lindo.



Espero que gostem!
Beijo GRANDE,
Paloma Gomes

3 de jan. de 2019


Mais um ano começa, e com ele os nossos desejos de um ano feliz, cheio de grandes feitos. É o momento que fazemos todas as nossas resoluções e metas, ficamos cheios de energia para conquistar tudo que acreditamos.
Desejo para você caro leitor, que todos os dias seja um ano novo em sua vida, que sua força perdure todos os 362 dias que ainda temos em 2019, que não pare por um obstáculo, medo é normal, mas jamais perca a força para enfrentá-lo.
Desejo que você alcance todas as suas metas, cresça, amadureça, seja feliz. Que você se desafie mais, ame mais, agradeça mais e por tudo, até mesmo pelos milagres não vistos.
Que você fique rodeado pelas pessoas que ama, que saiba distinguir essas pessoas daquelas que te enganam, que valorize quem te deseja por perto, que aproveite todos os momentos, afinal, a vida é uma coleção de todos esses momentos.
Que acima de qualquer coisa, em 2019 você viva, não apenas sobreviva e seja muito feliz!

Beijo GRANDE,
Paloma Gomes